Centenário<br />da descoberta da Insulina

Centenário
da descoberta da Insulina

Fique a par de todas as comemorações

Conheça a exposição
Saiba Mais
Comissão Executiva

Comemorar o centenário da descoberta da insulina é celebrar a vida. Constituímo-nos como Comissão Executiva das Comemorações do Centenário da Descoberta da Insulina, como elementos que acompanharam mais de meio século da história da insulina, para trabalhar com Instituições e Sociedades ligadas ao tratamento da diabetes num programa vasto de atividades adequadas à ocasião.

José Luiz Medina
José Luiz Medina
Endocrinologista. Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Medicina do Porto.
Luis Gardete Correia
Luis Gardete Correia
Endocrinologista. Presidente da Fundação Ernesto Roma.
Manuel Almeida Ruas
Manuel Almeida Ruas
Endocrinologista. Fundador e Ex-Diretor do Serviço de Endocrinologia dos HUC - Coimbra
Comissão Nacional
Associação Mellitus Criança
Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal
Centro Hospitalar Barreiro Montijo
Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra
Departamento de Ciências Médicas e da Saúde da Escola de Saúde e Desenvolvimento Humano da Universidade de Évora
Direção-Geral da Saúde
Escola de Medicina da Universidade do Minho
Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior
Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar – Universidade do Porto
Núcleo de Estudos da Diabetes Mellitus da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Ordem dos Farmacêuticos
Serviço de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Serviço de Endocrinologia do Centro Hospitalar do Funchal
Serviço de Endocrinologia do Hospital Divino Espírito Santo
Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar de Leiria
Sociedade de Endocrinologia e Diabetologia da Sociedade Portuguesa de Pediatria
Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Sociedade Portuguesa de Diabetologia
Sociedade Portuguesa de Endocrinologia e Diabetologia Pediátrica
Unidade de Endocrinologia do Hospital de Dona Estefânia
Unidade Local de Saúde da Guarda
Centenário<br />da descoberta da Insulina
Uma visita à história da Diabetes
No centenário da descoberta da insulina
Conheça a exposição
Atualmente a exposição encontra-se:
Location
Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal, Lisboa
Manifesto

A maravilhosa descoberta da insulina.
Cem anos de vida a dar vida a milhões de pessoas com diabetes.

Antes da descoberta da insulina, podemos imaginar a preocupação e a persistência dos investigadores na procura de um tratamento eficaz e seguro para a diabetes, conhecida como uma doença difícil de tratar, associada a uma elevada e precoce mortalidade.

Nos laboratórios, trabalhando incessantemente em silêncio e concentrando-se nos objectivos da pesquisa, sucediam-se as esperanças e os desalentos próprios da investigação.

Apesar da aparente distância dos laboratórios em relação ao exercício da clínica, chegavam as vozes de médicos, pedindo soluções eficazes para os seus doentes na iminência de morte precoce, tratados à época, sem sucesso, com restrição de hidratos de carbono e aumento da ingestão de proteínas ou com dietas hipocalóricas que os levavam a morrer “à fome”.

Os médicos pouco mais podiam fazer pelos seus doentes. Mas, mais do que as preocupações dos clínicos, ouviam-se “gritos angustiados “de pessoas com diabetes, mães e pais ou familiares a reclamar que se descobrisse um fármaco eficaz e seguro que os salvasse do sofrimento e da morte.

A investigação nunca parou e continuou a dar os seus frutos, lentamente.

Em 1889, dois investigadores alemães (Minkowski e Von Mering) verificaram que, se removessem o pâncreas de um animal, apareciam sintomas de diabetes seguidos de morte. Foi este um primeiro passo, a primeira descoberta sobre o papel central deste órgão que “devia produzir uma ou várias substâncias” que, uma vez retirada/s eram a causa da doença.

Depois foram descobertos os ilhéus de Langerhans (Paul Langerhans viveu e faleceu na ilha da Madeira, onde está sepultado). Sharpey-Shafer sugeriu o nome de “insulina” à substância em falta no pâncreas da pessoa com diabetes (1910).

Banting e Best, ajudados por MacLeod e Collip (1921), depois de Paulescu e de muitos outros dedicados a esta ansiada procura, descobriram e aplicaram a insulina com sucesso, pela primeira vez, salvando a vida de um jovem com diabetes.

Por esta maravilhosa descoberta e pelo êxito que lhe sucedeu, Banting e MacLeod receberam o prémio Nobel em 1923, partilhando-o justamente com Best e Collip.

Muitas vidas foram poupadas e prolongadas graças a estes investigadores.

Em Portugal, merece distinção e enorme apreço e gratidão, o Dr. Ernesto Roma, fundador da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal, a quem se deve esta obra magnífica (desde 1926) e a introdução da insulina no nosso país.

A partir de então, muitas descobertas em medicamentos e tecnologias aplicadas à diabetes têm aparecido e contribuído com êxito para o tratamento desta doença.

Manifestamos o nosso apreço pelos investigadores de todo o mundo, pelo seu contributo para que esta doença seja combatida com sucesso.

Próximos Eventos
VIII Jornadas do Dia Mundial da Diabetes do Centro Hospitalar Barreiro Montijo
VIII Jornadas do Dia Mundial da Diabetes do Centro Hospitalar Barreiro Montijo19 de novembro de 2021
VIII Jornadas do Dia Mundial da Diabetes do Centro Hospitalar Barreiro Montijo
Ver mais
Exposição "Uma Visita à História da Diabetes" na APDP
Exposição "Uma Visita à História da Diabetes" na APDPde 17 de junho a 1 de setembro de 2021
Exposição "Uma Visita à História da Diabetes" na APDP
Ver mais
Um agradecimento muito especial a Alberto de Leiva, ex-Diretor do Departamento de Endocrinologia e Nutrição do Hospital de la Santa Creu i Sant Pau (Barcelona), pelas informações que forneceu, pelo entusiasmo que nos transmitiu e pelas suas investigações históricas.
International Diabetes Federation
Patrocinadores
Platina
Novo nordisk
Ouro
Lilly
Abbott
MSD
Prata
Sanofi
Bronze
Roche
Astrazeneca
Organização
Fundação Ernesto Roma
R. Rodrigo da Fonseca, 1
1250-189 Lisboa